quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Os DISPOSTOS se atraem. Os OPOSTOS se distraem.

Olá pessoas!!!
Uma vez, ouvi de uma amiga esta frase: "Os DISPOSTOS se ataem. Os OPOSTOS se distraem.", e fiquei pensando (sim, porque LOIRA tb pensa, viu??? rsrsrsr) muito sobre o assunto.
Desde que me "conheço por gente", como dizem, ouço que "os opostos se ataem", dizendo que duas pessoas completamente diferentes tem muito mais chance de dar certo do que pessoas com afinidade.
Bom. Imagine o contexto: você sai, adora comida japonesa, e seu par, adora massa. Tirando essas churrascarias que têm o mais fácil de fazer de cada um dos extremos, o que vc faz? Volta pra casa, vc pede um delivery de comida japonesa, e ele um delivery de massa. Ou seja: Acabou a chance daquela "esticadinha na night", e você ainda tem que lavar a louça.
Outra situação: Você gosta de rock, e seu par, idolatra o samba. O que vocês fazem? Esquecem o barzinho que iam, e vão pro restaurante. Comer. Ahhhh , mas cada um gosta de uma coisa diferente, então, voltam pra casa e aí, começa de novo a situação acima.
Outra: Você curte um sexo romantiquinho, luz de velas, etc. Seu par, curte uma coisa mais hard. Depois de quase morrer de raiva, o que vc faz? NADA. Ou, tenta trocar de programa. "Ahh, vamos dançar?" - mas aí, você lembra da segunda situação, e acaba finalizando no delivery food.
Lógico que estas situações são, não tão extremamente fictícias, só servem para ilustrar como a  "Teoria dos opostos" não funciona na prática.
O que importa é o meio termo. Mas um meio termo bem demarcado, porque, o que mais cede, mas "se lasca", porque aí... Tem que ceder SEMPRE.
Bom gente, é isso aí! O importante é aproveitar tudo o que a vida tem de melhor, fazer tudo o que te satisfaz, e é claro, respeitando o próximo.
Fica aí um som que eu acho o máximo!

Bjsss e ótimo restinho de quarta.

Dona Pimenta.

Um comentário:

Mundo da Carol disse...

Adorooreeei amiga. Eu tbm não acredito que os opostos se atraem, algumas coisas diferente são divertidas, mas total diferença não dá.
Prefiro que seja quase sempre o mesmo gosto, rs.

Saudades máximas!
Bjs :o)